• Colégio: (19) 3428-4310 | Curso Pré-Vestibular: (19) 3927-9701
  • contato@objetivopiracicaba.com.br
Portal    Tour Virtual 

Notícia



Leo Fraiman - Palestra



Sobre a importância de promover uma educação para a autonomia.

 

No dia 02 de julho tivemos o prazer de ouvir e repensar em muitos conceitos com o psicoterapeuta Leo Fraiman e devido à grande repercussão dos temas abordados, separamos aqui alguns pontos que avaliamos como importantes para deixarmos registrados.

 

Faz-se importante ressaltar ideias-chave:

 

 

Leo Fraiman, faz referência a Viktor Frankl um neuropsiquiatra austríaco e fundador da terceira escola vienense de psicoterapia, a Logoterapia e Análise Existencial, o qual ficou mundialmente conhecido depois de descrever a sua experiência dramática em campos de concentração nazistas, em seu best-seller internacional: Em Busca de Sentido. Ele cita em seu livro:

 

“ Quem tem um para que viver, sobrevive a qualquer como viver”.

 

 

(Link https://youtu.be/FN59D2jHwS4)

 

Leo Fraiman cita seu livro, A Síndrome do Imperador e discorre sobre como podemos promover uma educação “colo-com-mola”, ou seja, uma educação com empatia que humaniza e acolhe mas que seja mola para o incentivo na tomada de atitudes, para buscar soluções.

 

Quando não se permite vivenciar a frustração é natural culpabilizar o outro pelo seu sofrimento. É fundamental acolher e respeitar o sentimento, mas também é fundamental a busca de soluções. É preciso manter o projeto de vida ativo, se reinventar.

 

Nesse sentido a escola pode ser entendida como uma academia em que se exercita o aprender a ser. É onde se valoriza o tempo da experiência, é um laboratório da ciência, da inteligência. É um contexto de aprendizagens significativas.

 

E em casa, as crianças precisam ter valores claros, honrar e agradecer; é preciso implementar práticas de gratidão. É um treino de olhar para saber meu lugar no mundo, pois diante da complexidade com que este mundo vem se apresentando, fica a pergunta: O que preciso fazer?

 

Leo Fraiman cita uma frase de Manoel de Barros: “A riqueza do ser humano é sua incompletude”.

 

Por fim, Leo faz um chamamento para que tenhamos mais humildade, gratidão e buscar inspirar a melhor versão de nós mesmos.